Apresentação

 

O LAPPEN OPARÁ é uma demanda dos alunos/as e professores/as da Ação Saberes Indígenas na Escola, do Curso de Licenciatura em Pedagogia Intercultural em Educação Escolar Indígena e da Especialização em Gestão e Educação Intercultural Indígena. E recebeu a autorização do Departamento Campus VIII para atuar dentro do OPARÁ: Centro de Pesquisa em Etnicidades, Movimentos Sociais e Educação, cujo a coordenação geral é feita pela Professora Mestre Senhora Floriza Maria Sena Fernandes. O Laboratório é Coordenado  pela Pedagoga e Pesquisadora Bruna Graziela Cordeiro

Através das disciplinas, dos cursos, dos projetos de pesquisa e de estágios supervisionados, o laboratório cumpre a função de incentivar/difundir pesquisas e produzir material educativo interculturais, na articulação entre universidade e escolas indígenas. Para tanto, conta com uma Assessoria Técnico-Pedagógica, responsável por receber, catalogar e transferir o material físico para o acervo digital; produzir conteúdos digitais para o site; mediar e gerenciar a Sala Virtual de Aprendizagem do LAPPEN/OPARÁ; auxiliar o processo editorial e a diagramação do material didático. 

Série Professores  Indígenas em Formação

A série em seus diversos títulos visa agregar diversas experiências pedagógicas, aguçando a percepção quanto aos desafios da Educação Escolar Indígena, diante das políticas de estado e metas que têm sido formuladas pelos professores indígenas e suas organizações comunitárias. 

 

Produzido a partir das vivências e reflexões coletivas dos professores indígenas do Norte e Oeste da Bahia.  Resulta de uma proposta pedagógica peculiar aos povos indígenas da Bahia, apresentando modelo de Educação Escolar Intracultural e Intercultural que busca garantir subsídios contemporâneos para a sistematização de um currículo próprio para as escolas indígenas carregando a preciosidade de suas especificidades.

 

Kit de Literatura Indígena Infanto-Juvenil

As narrativas indígenas valorizam a ancestralidade, a poesia que exerce um som, um poder, que traz a lembrança e mantém do sertão ao litoral o reconhecimento, a voz das chamadas minorias encarnadas e questionadoras explícitas e implícitas das que se autoproclamam maiorias.


Esta coletânea reúne palavras de estudantes e professores indígenas dos Povos do Norte e Oeste da Bahia no misto de realidade e desejos como rio que nos liga, nos humaniza, que alimentam as nossas lutas e esperanças.

O OPARA, como espaço que junta desejos, sentimentos e lutas, contribui com as narrativas para assegurar a fala, o desnudar do véu que há uma língua nacional como centro do poder hegemônico.

Trata-se de um espaço onde são realizadas reuniões, encontros e oficinas de diferentes projetos: Saberes Indígenas nas Escolas, Iniciação Cientifica, Bolsa do Programa Afirmativa, Licenciatura e Pós-Graduação, servindo também  como espaço de pesquisa e orientação para os alunos dos cursos da graduação em Pedagogia e Licenciatura Intercultural Indígena – LICEEI, na perspectiva de vivenciar práticas pedagógicas interculturais, contextualizadas, diferenciadas, fortalecendo as transversalidades e interdisciplinaridades na formação de professores-discentes da UNEB, consolidando de fato os princípios que regem as leis 11.645/08 e 10.639/13 e a  11.947/09. 

Possui um acervo de livros, principalmente didáticos, produzidos e distribuídos por diferentes instituições, que demanda cuidados e conservação. Esse acervo é constituído de doações. E ele contribui para fomentar e incentivar pesquisas, entre estudantes e professores, para fortalecer os estudos e os projetos de Educação Escolar Intercultural Indígena. O acervo de documentos e livros tem sido catalogado e disponibilizado no site: www.oparauneb.com.

Aqui no site, o LAPPEN OPARÁ disponibiliza, para o público em geral, notícias, documentos históricos para uso escolar, propostas curriculares, lista de seu acervo bibliográfico, livros didáticos digitalizados, biografias de alguns autores de livros didáticos, sequencias didáticas produzidas por professores conteudistas, links, artigos e outras produções de alunos/as e de professores/as para uso nas escolas indígenas. Atualmente, o site recebe cerca de mil visitantes/mês. Foi organizado considerando a importância de possibilitar o acesso livre e democrático de suas experiências e de seu acervo intercultural, além de postar continuamente material especifico elaborado durante as formações, para consulta e uso por professores indígenas e escolas indígenas.

Condições de Uso

A proposta do Acervo do LABEP OPARÁ é que osconteúdos sejam utilizados em pesquisas, estudos e outros trabalhos relacionados à educação e ao cotidiano da sala de aula, de modo que o acesso ao conhecimento seja amplo e justo. Nenhum destes materiais e/ou recursos pode ser comercializado! Entretanto, todo o materiais derivados destes conteúdos devem ter os mesmos tipos específicos de licença, ou seja, os termos de condições de uso também devem ser respeitados e cumpridos.

Dentro do projeto geral do LAPPEN OPARÁ, se desenvolvem projetos particulares que estão vinculados entre si. A produção de material didático específico e intercultural é uma parceria com os professores indígenas do Curso de Alfabetização e Letramento dentro da Ação Saberes Indígenas na Escola e possui, atualmente, duas frentes de atuação:

 

A criação do acervo digital de línguas indígenas ameaçadas

Visa criar uma grande biblioteca digital das línguas da Bahia, com capacidade de reunir grandes quantidades de textos, áudios e vídeos. Além de fazer a gestão de diferentes tipos de programas para análise e edição linguística, com abertura para o acesso e download de materiais para fins de pesquisa, educação e produção de materiais úteis para a defesa do patrimônio imaterial brasileiro. 

 

O desenvolvimento de material educativo para crianças e jovens em contextos de diversidade linguística e cultural 

O desenvolvimento de protótipos multimídia, com foco na concepção e desenvolvimento de plataformas experimentais e educacionais inovadoras, principalmente para crianças e jovens, capazes de apoiar os processos de revitalização e recuperação das línguas e culturas minoritárias em contextos de diversidade linguística e cultural. O objetivo geral é consolidar um laboratório, que possa produzir material multimídia alternativos, em diversos formatos, como suporte pedagógico a educação básica em uma estrutura intercultural e “bilíngue”.

 

Divulgar e distribuir, aproveitando o potencial oferecido pelas tecnologias de informação e comunicação disponíveis hoje. Esse material educativo indutivo, de preferência bilíngües e interculturais, destinam-se à concepção e operação de formações complementares alternativas, com a participação e colaboração direta dos professores, para garantir uma educação pré-escolar e infantil intercultural e bilíngüe de qualidade e, ao mesmo tempo, comunitariamente relevante.

Ambos os componentes servem, sobretudo, mas não exclusivamente, às crianças e jovens que falam línguas indígenas, que hoje constituem um dos grupos mais vulneráveis da sociedade brasileira, bem como profissionais da educação, da língua e da cultura. Eles são responsáveis pelo desenvolvimento de planos e programas destinados a essa população, ou estão interessados no desenvolvimento e manutenção das línguas e culturas originais de seu povo.

Entre em Contato Conosco

Bruna Graziela Cordeiro

(Asse. Técnico-Pedagógica LAPPEN)

Carlos Rafael Luz

(Tratamento de Imagem e Projetos Gráficos)

Produção de Material Didático Específico e intercultural

Laboratório de Práticas Pedagógicas de Ensino em Educação Indígena, Relações Étnico-Raciais e Movimentos Sociais - LAPPEN OPARÁ