Curso de Pós-Graduação em Educação Intercultural  e  Gestão Escolar Indígena

​Tendo como um dos seus objetivos a promoção e estímulo a programas de formação relacionados às demandas e interesses das comunidades e Povos tradicionais o OPARÁ pretende promover processo educativo por meio de cursos de pós - graduação impulsionando novos projetos de investigação voltados para a proposta as linhas de pesquisas dos seus núcleos de estudos. Desta forma o Grupo de Formação e Pesquisa Indígena está apresentando para 2017 um projeto de curso de Especialização em Educação Intercultural e Gestão Escolar Indígena com objetivo de contribuir para a formação de profissionais – gestores e docentes – da Educação Básica que atuam com a educação escolar indígena, especialmente os 101 professores aprovados no Concurso Público e os 98 egressos da Licenciatura Intercultural de Educação Escolar Indígena – LICEEI/UNEB para suprir a carência na formação de profissionais que atendem as escolas indígenas do Estado da Bahia, para assim construir ferramentas que fundamentem os aspectos centrais de uma educação escolar indígena diferenciada, específica, bilíngue, autônoma e intercultural, além de proporcionar a progressão na carreira estabelecida Lei nº 12.046, de 04 de janeiro de 2011.

 

A atuação de professores indígenas na educação indígena segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores Indígenas em cursos de Educação Superior e de Ensino Médio, deve levar em consideração, segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais de Formação de Professor Indígena a atuação e participação em todos os aspectos de sua comunidade ou da comunidade que atuará como professor e/ou gestor; conhecimento, aspectos metodológicos para utilizar a língua ou a pesquisa sobre a língua indígena nos processos de ensino e aprendizagem; apreensão de conteúdos de diferentes áreas do conhecimento para utilizar de maneira transdisciplinar; capacidade de construção de material didático e pedagógico diferenciado, metodologias de ensino e aprendizagem; conhecimento das normas regulatórias da política educacional indígena, baseada em suportes teóricos – metodológicos, são princípios estabelecidos para a formação e atuação. Para o professor atuar levando em consideração os aspectos citados, é preciso ser capacitado, ter acesso a formação que atenda as necessidades das comunidades indígenas e exigências legais.

Fale conosco

Opará - Centro de Pesquisa
 

Rua do Bom Conselho, 179

Bairro: CHESF

Vizinho a APAE
oparauneb8@gmail.com

Tel: 75 3281 7356 ou 6585 (Central)

Ramal: 230
 

Por favor preencha o formulário abaixo
e entraremos em contato em breve: