Ações de Extensão e Inovações Tecnológicas

 

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA: MELIPONINO-COLMEIA AUTOMATIZADA OPEN SURCE PARA O MANEJO DE ABELHAS INDÍGENAS SEM FERRÃO COMO SUBSÍDIO À AGRICULTURA FAMILIAR SERTANEJA

 

Resp. Prof. Carleandro de Souza Dias

 

O projeto visa o desenvolvimento de estudos e pesquisas para a elaboração de uma ferramenta de baixo custo, fácil construção, manuseio e replicabilidade por criadores de abelhas indígenas sem ferrão do campo ou das cidades, sobretudo agricultores familiares, na ótica dos novos movimentos sociais ligados à Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) a exemplo do Movimento Maker e a Ecologia de Fontes de Código Aberto (Open Source Ecology), com a utilização de plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre arduino. (EM PLANEJAMENTO 2020)

 

ELABORAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES DE RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS NO INTERIOR E NO ENTORNO DA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DO RASO DA CATARINA - ESEC – BIOMA CAATINGA, EM ATENDIMENTO À CHAMADA DE PROJETOS 06/2019 – PROJETO GEF TERRESTRE

 

Resp. Edvalda Pereira Torres Lins Aroucha

 

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA – FPI

 

Resp. Ministério Público

Resp. no OPARÁ: Edvalda Pereira Torres Lins Aroucha

 

Programa realizado na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, sob a coordenação geral do Ministério Público em conjunto com os órgãos Estaduais e Federais de Fiscalização e das Polícias, tendo como colaboradores Organizações da Sociedade Civil e Universidades, voltados para o objetivo geral da FPI que é melhorar a qualidade ambiental dos recursos naturais da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e a qualidade de vida de seu povo, através de ações integradas de educação, conservação e revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. Neste projeto o OPARÁ-UNEB atua como parceiro integrante no Projeto.

 

SEMINÁRIO ANUAL DE PROFESSORES E PROFESSORAS INDÍGENAS DO NORTE E OESTE DA BAHIA

 

Resp. Linha de Pesquisa 01

 

Organizado pelo OPARÁ através da Linha de Pesquisa Etnologia, Educação, Educação Indígena e Interculturalidade, pela APINOBA – Associação de Professores Indígenas do Norte e Oeste da Bahia e pelas Coordenações de Educação Indígena dos NTEs Regionais, objetivando discutir a Formação do Professor Indígena. Este evento representa a incorporação de práticas etnopedagógicas e a interlocução do multiculturalismo em debate, que prioriza o processo de organicidade no campo indígena em articulação com diversas modalidades de educação operacionalizadas no Centro de Etnicidades. O Seminário também proporciona o encontro dos professores e professoras indígenas das regiões de abrangência da APINOBA visando o debate em torno da Políticas Públicas para Educação Escolar Indígena e fortalecer o movimento de professores indígena.

 

TECNOLOGIAS DIGITAIS DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO (TDIC´S) E SUAS INTERFACES COM A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA

 

Resp. Prof. Carleandro de Souza Dias

Linha de Pesquisa 02

 

Trata-se de uma proposta interdisciplinar e interinstitucional envolvendo o Departamento de Educação Campus VIII da Universidade do Estado da Bahia através do OPARÁ (UNEB VIII - Paulo Afonso) e os Institutos Federais de Educação da Bahia e do Rio de Janeiro (IF-BA/RJ), tendo como propósito a realização de atividades de extensão e popularização das TDIC´s como subsídio para ações de Educação Ambiental e o desenvolvimento de estudos e pesquisas aplicadas à conservação da natureza através desses dispositivos informacionais. (EM PLANEJAMENTO 2020)

 

ABRIL INDÍGENA

 

Resp. Linha de Pesquisa 01

 

No mês de abril o OPARÁ busca integrar as atividades planejadas pelo Movimento Indígena em suas manifestações no mês escolhido para celebrar as lutas dos povos originários ou mesmo planeja atividades no Campus com a mesma finalidade.

 

SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

 

Resp. Linha de Pesquisa 03

 

Atividades realizadas pelo OPARÁ através da linha de Pesquisa África, Afrodescendentes e Relações Étnico Raciais, no mês de novembro em comemoração à Semana da Consciência Negra em parceria com as  ONG RAÍZES e AGENDHA e MOVIMENTOS SOCIAIS NEGROS, contemplando questões relacionadas à história, identidade, educação e organização dos negros e negras tanto do campo quando da cidade e as lutas por políticas públicas, pela geração de oportunidades na sociedade com a participação direta dos negros e negras não mais como coadjuvante, sim como verdadeiros sujeitos no processo.

 

ENCONTRO BIANUAL DE PESQUISADORES E PESQUISADORAS EM POVOS INDÍGENAS, POVOS COMUNIDADES TRADICIONAIS DO SEMIÁRIDO NORDESTINO.

 

Resp. Líderes  do Centro no DG do CNPq e Pesquisadores do Centro

 

O OPARÁ enquanto Centro Estratégico de Pesquisa e Extensão na temática das Etnicidades e Povos Indígenas  na UNEB, tem buscado materializar o forte compromisso da UNEB com os povos originários através de suas pesquisas, da produção e difusão do conhecimento científico produzido, nos projetos de formação continuada junto aos professores indígenas da educação básica, na produção de material didático/paradidático, além de outras ações desenvolvidas por seus pesquisadores e pesquisadoras. Nesta perspectiva realizamos  um encontro bianual  com  Pesquisadores e Pesquisadoras da UNEB, de outras IES e Movimentos Sociais  buscando estabelecer  uma rede de trocas de conhecimentos, promovendo espaços de diálogos, intercâmbios e parcerias  que pode nos possibilitar intervenção mais qualificada na UNEB no que se refere à produção científica voltada para questões étnicas e também nos dar aportes teóricos e práticos para os intercâmbios e parcerias profícuas na Pós Graduação e melhorar a qualidade das pesquisas e oferta dos cursos de formação continuada que já desenvolvemos.

 

NÚCLEO OPARÁ EUCLIDES DA CUNHA: EDUCAÇÃO INTERCULTURAL, LITERATURA E TRADIÇÃO ORAL NA ESCOLA INDÍGENA KAIMBÉ – MASSACARÁ/BAHIA.

 

Resp. Prof. Telma Cruz Costa

            Linha de Pesquisa 01

 

O projeto constitui numa atividade extensionista de interlocução entre estudantes da graduação  e os professores indígenas Kaimbé da aldeia Massacará. A incursão de um projeto de extensão desta natureza no Curso de Licenciatura em Letras sugere um olhar mais atento à diversidade das práticas docentes dos professores indígenas  e o repertório cultural  implícito ao currículo  da educação escolar indígena no município de Euclides da Cunha, que deve ser tema de reflexão crítica na formação inicial dos professores de Língua Portuguesa.

 

LABORATÓRIO MÓVEL DE FÍSICA EM ESCOLAS INDÍGENAS DA BAHIA.  - NÚCLEO JUAZEIRO

 

Resp. Prof. Leonardo Diego Lins

     Linha de Pesquisa 01

 

Construção de experimentos de Física com materiais de baixo custo (reciclados) como suporte pedagógico nas aulas de Física do Ensino Fundamental II e Ensino Médio das escolas indígenas no Estado da Bahia.

 

LAPRAXIS: LABORATÓRIO DE ENSINO E PESQUISA PARA RELAÇÕES ETNICO RACIAIS E MOVIMENTOS SOCIAIS – PAULO AFONSO/JUAZEIRO/EUCLIDES DA CUNHA.

 

O Laboratório foi criado no interior do OPARÁ para viabilizar um espaço de ensino-pesquisa-aplicação proporcionando a aplicação das leis 10.639/03, 11.645/08 e 11.947/09 não apenas como disciplinas isoladas mas sobretudo, como uma política afirmativa da UNEB, entendendo que a formação permanente e continuada reforça os princípios de uma Educação ante racista, intercultural, diferenciada e contextualizada nos saberes dos Povos e Comunidades Tradicionais, povos indígenas e do Campo. Também busca-se estimular a Produção de Material Didático contextualizado nas Comunidades Indígenas e outros projetos relacionados a educação comunitária.

Fale conosco

Opará - Centro de Pesquisa
 

Rua do Bom Conselho, 179

Bairro: CHESF

Vizinho a APAE
oparauneb8@gmail.com

Tel: 75 3281 7356 ou 6585 (Central)

Ramal: 230
 

Por favor preencha o formulário abaixo
e entraremos em contato em breve: